domingo, 30 de março de 2008

O nosso dia!!


Dia do Grupo de Jovens!

Começamos o dia pelas 10h (os jovens prepararam uma surpresa ao pessoal habitualmente responsável xD), partilhamos um texto no qual reflectimos.
Meditamos no Amor, na Liberdade, na responsabilidade, no perdão
(muito bom!)

Depois fomos abastecer fotografamos 1 Kg de fiambre xD

Aproveitamos para jogar alguns jogos e gastar as energias que se encontravam em excesso…

Na continuação, tentamos algumas vezes jogar as escondidas, assim que se ia eleger o próximo a contar foi tudo embora.
Procuramos alguns objectos que nos identifica-se (minimanente), houve algo parecido a uma meditação por símbolos e revelamos uns aos outros onde nos encontramos no essencial e onde gostamos de vir a estar!
Depois descambamos de vez!

Odiamo-nos imenso e por isso esta tudo a pensar ficar aqui umas 2h a + assim vamos ficar por aqui, te depois


Inteh

sexta-feira, 14 de março de 2008

um Banquete...



Estava tudo pronto, naquela noite. Os lugares, os preparativos, os ingredientes, tudo, estava tudo preparado. O Anfitrião estava à espera. Tinha feito os convites, ninguém ficava de fora. Era um Banquete, uma festa de uma Aliança, uma Aliança que era o acontecimento mais importante da história. Uma Aliança Eterna.


Durante séculos, o Anfitrião estivera a preparar o Banquete: foi segredando nos corações das pessoas que tinha um Banquete preparado para elas… Foi-lhes ensinando a linguagem e a música desse Banquete, a linguagem de todos os banquetes que é a linguagem do Amor e da Comunhão. Sim, esse seria o Banquete da Nova Aliança, a Aliança do Amor, a Aliança que nunca se poderá romper, que nunca acabará, porque o Amor não morre…


Até que um dia, sim, no dia daquela Páscoa, tudo ficou pronto. Os convidados começaram a chegar, convidados sem fim, uma multidão de todos os povos, línguas e nações, todas as pessoas; ninguém ficou de fora desse Banquete, dessa Aliança. E, à frente de todos eles, de toda a Humanidade, vinha um homem… Sim, um homem: era ele o Anfitrião desse Banquete. Ele inaugurou a Festa, a Festa onde todos têm lugar, onde todos falam a linguagem do Amor, onde todos dançam a música da Comunhão. E a Festa começou…


Conheci esse Homem: o seu Rosto era belo, o seu Coração era verdadeiro e fiel. Falou-me um dia dessa Festa, onde há um lugar reservado para mim, um lugar único e original, tal como há lugares para todos os meus irmãos. Acreditei nele. Vi que era verdade. E fiquei com ele. Quero aprender a linguagem e a música deste Banquete. E quero proclamá-la, e cantá-la, sempre.



boa Páscoa! boa Passagem...
Rui Pedro

terça-feira, 4 de março de 2008

a festa da Páscoa...


Uma vez...
"Apresentaram-lhe umas crianças para que Ele as tocasse; mas os discípulos repreenderam os que os haviam trazido. Vendo isto, Jesus indignou-se e disse-lhes: «Deixai vir a mim as crianças e não as afasteis, porque o Reino de Deus pertence aos que são como elas. Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele.» Depois, tomou-as nos braços e abençoou-as, impondo-lhes as mãos."

(Marcos 10, 13-16)
Como as crianças...
Porque será que sempre que conversamos sobre Deus, o fazemos de uma maneira tão aborrecida?
Será por todas as ideias pesadas que nos transmitiram sobre ele?

E quando Jesus falava dos Céus, do Reino, utilizava sempre a imagem de uma festa, de um banquete...
Tipo uma festa de anos...
Ajuda-me, Mestre, a testemunhar-te com a maior alegria e verdade que eu seja capaz.


Até já
Rui Pedro

já agora...
aqui têm o modelo do grupo de jovens


domingo, 2 de março de 2008

Introdução á Páscoa . (temos Fome!)




Olá!

"Fazemos anos não para morrer, mas para viver".
Evoluimos e construimo-nos como pessoas unicas, em comunhão e construção.

E a morte é o nascimento para o lado interior da Vida. A nossa história e a gestação do homem interior. Onde aprendemos a música da festa eterna, a linguagem do amor!





Inteh

Os jovens!